Traga alguém!

Assinar RSS!

publicado em 20.12.2016 por Gabriel Caropreso

Dixit é um jogo curioso. Se você já foi em algum evento da Galápagos deve ter esbarrado com alguns atendentes que tiveram a audácia de dizer que Dixit é o melhor jogo do mundo. Muitos de nós compartilhamos dessa opinião por alguns motivos: funciona bem com qualquer grupo, tem uma taxa bem alta de rejogabilidade, a arte é incrível, os componentes são fofos, etc.

Mas o mais interessante sobre o Dixit é que ele é o jogo ideal para introduzir seus amigos que nunca viram um board game moderno! Minha mãe, por exemplo, tem uma cópia que ganhou em um dia das mães num passado recente e faz questão de pôr o jogo na mesa toda vez que fazemos um almoço em família.

O engraçado sobre o Dixit, é que ele demorou um pouquinho pra se popularizar. Vencedor do Spiel des Jahres em 2010, o jogo foi lançado em 2008 por um estúdio até então desconhecido na frança e demorou 2 anos até cair na graça da crítica e do público.

O mesmo aconteceu no Brasil. Depois do lançamento em 2013, o ritmo de vendas nos levou a acreditar que o jogo nem teria uma segunda tiragem.

Acontece que, nesse último ano, depois de uma tiragem da versão Odyssey, e de algumas expansões, vimos a segunda tiragem do jogo base voar das prateleiras, como Angry Birds determinados a destruir o castelo de tédio do jogador comum.

Pensamos muito sobre a razão dessa curva de venda estranhíssima, e então eu comecei a receber ligações de amigos distantes perguntando sobre expansões e sobre onde encontrar o jogo pra jogar nos feriados. Todos esses amigos tinham alguma coisa em comum: jogaram o jogo comigo em alguma ocasião.

O que aconteceu com o Dixit também tem acontecido com jogos como Dobble, e até mesmo Guerra dos Tronos, e decidimos nomear o fenômeno de corrente do meeple.

Basicamente, a hipótese diz que se você apresenta um jogo para um amigo em algum momento, este amigo há de voltar dentro de algumas semanas procurando por mais. Ele pode querer jogar outros jogos da sua coleção, ou pode querer começar a própria. E isso é fantástico por várias razões.

Em primeiro lugar, fica mais fácil arrumar jogadores para suas próximas sessões de jogo, depois que a pessoa ultrapassou as barreiras do “é muito difícil”, “eu não sei jogar” ou “isso é chato e coisa de nerd”.

Em segundo lugar, depois que seu amigo tomar a decisão de comprar os próprios jogos, fica mais barato pra você, que não tem que comprar todos os lançamentos sozinho.

Esse processo de viralização dos jogos é uma grande vantagem para nós, jogadores, que sonhamos com um Brasil mais entabuleirado, com mais pessoas descobrindo o quanto é incrível se divertir presencialmente com outras pessoas, e o quanto dá pra arrumar um espacinho na agenda de quarta-feira à noite para se reunir com pessoas de verdade, fora da internet, em um momento saudável de socialização.

Basicamente, a moral da história é que se você carregar um jogo com você em qualquer situação, você corre o risco de levar peso desnecessário para uma festa, mas também corre o risco de ser pra sempre a pessoa que apresentou um mundo novo para uma pessoa que achava que só seria possível jogar segurando um joystick.

Board games são legais. Não precisa ser o Zombicide ou o Power Grid. Às vezes, ter mais um jogador disposto a gastar 3 minutinhos com o Dobble já é um bom começo.

Então espalha a palavra por aí!

Sobre Gabriel Caropreso


Win 20160226 112855

Gestor de conteúdo na Galápagos, aprendiz de palhaço e campeão invicto da liga mooquense de The Resistance, que acontece tradicionalmente em sua casa há 3 anos.

#COMPARTILHE

Facebook
Twitter
Feed RSS
Assinar RSS!

Comentários

Galapagos default user image
Moacir disse:
24 de Dezembro de 2016, 12:03

Concordo com vc Gabriel, depois que vc consegue quebrar certos paradigmas as pessoas tendem a buscar mais expontanemente...eu mesmo ja vi alguns amigos iniciarem uma coleção depois que mostrei alguns jogos e hj tem gente q até ja me ultrapassou em quantidades de boards..kkkk


Galapagos default user image
30 de Dezembro de 2016, 16:27

Realmente verdadeiro... Apresentei o Dix It para a familia da minha esposa, e foi surpreendente a reação. Inclusive o jogo agora tem 3 expansões já, devido a demanda da família...

O mesmo ocorreu com Zombi Dice em uma ida para a praia, demostrei para um casal e as filhas como era o jogo, pois viram minha filha e eu jogando... Hoje eles são vidrados em jogos de tabuleiro e já adquiririam vários títulos. Abs


Captura de tela 2016 09 01 a%cc%80s 15.28.29
Renato B. disse:
02 de Janeiro de 2017, 14:30

Interessante essa observação. Eu trabalho com jogos de tabuleiro e cartas num hospital infantil e baseado nessa experiência acredito que exista uma tensão superficial a ser superada ao se apresentar esses jogos. Geralmente, quando apresento o jogo para a criança a primeira coisa que ela diz é que não sabe jogar. Eu digo que não só ensino o jogo como também jogo com ela. Mesmo que convide o pai/mãe/acompanhante geralmente esse não aceita e fica só assistindo. Ainda assim, os pais adoram assistir os filhos jogando e logo estão sugerindo jogadas. Às vezes eles até aceitam jogar numa segunda rodada, mas é uma pequena superação. Eles ficam interessados e ao mesmo tempo receosos.

Por isso, acredito que existe uma "tensão superficial" que deve ser superada para entrar em um jogo. É preciso assumir que é algo novo, desconhecido, que vai se errar no início e que jogar é sempre um aprendizado. E, mesmo que seja algo inicialmente desconfortável, é um sensação divertida.

E Dixit já fez sucesso por lá. ;-)


Mm
29 de Janeiro de 2017, 13:29

Eu sinceramente não gosto da arte do Dixit.


Galapagos default user image
01 de Fevereiro de 2017, 14:05

Novidades das expansões de Eldritch Horror e Elder Sign?


Galapagos default user image
01 de Fevereiro de 2017, 16:21

Já apresentei Board Games modernos para MUITAS pessoas, hoje fica até difícil conciliar tanta gente querendo jogar!!


Igor
15 de Fevereiro de 2017, 21:49

Quando vão repor o estoque de Dixit Odissey?


Game of thrones board
14 de Março de 2017, 18:16

Dixit é legal mesmo, mas ta longe de ser o melhor jogo do mundo, Acho mysterium uma opção muito melhor.


Galapagos default user image
30 de Março de 2017, 08:30

Dixit é maravilhoso! :)


Galapagos default user image
09 de Maio de 2017, 17:57

Agora vamos aproveitar e REPRINT DIXIT ODYSSEY! Que dá pra jogar com 12 pessoas, tem insert pra 3 expansões e não perde em nada pro original.


Galapagos default user image
21 de Setembro de 2017, 12:45

Gostaria de saber pela própria Galápagos, responsável pela vendagem direta desse jogo aqui no Brasil, quando teremos o Dixit Odyssey disponíveis para compra


Faça login ou crie uma conta para comentar!

Fazer Login